Gestão de Mudanças

Focos: Senso de Urgência e Envolvimento

 

Nossa experiência com Change Management ou Gestão da Mudança teve início em 1980, a partir da necessidade de se criar processos eficazes de sensibilização e conscientização de níveis gerenciais em relação à dinâmica ambiental, seus reflexos, ameaças e oportunidades.

A partir, inicialmente, de uma nova leitura de Toffler sob a ótica da realidade brasileira, pudemos desenvolver, a partir dessa data, diversos programas e metodologias de trabalho com essa finalidade.

Em meados da década de ’80, surgia uma nova preocupação no mercado empresarial: após a análise da dinâmica ambiental e da reflexão estratégica necessária para definir as decisões adequadas, como implantar essas decisões com o apoio e participação dos envolvidos, minimizando resistências, eliminando a apatia, com o entendimento e comprometimento nas pessoas e os menores prazos e custos?

Para responder a esse novo desafio, a GEO desenvolveu um amplo trabalho de pesquisa internacional, de forma a analisar as respostas que estavam sendo dadas, em nível mundial, a esse tipo de desafio. Identificadas as principais linhas de pesquisa e raciocínio, a GEO iniciou o de desenvolvimento de uma metodologia própria que contemplasse as bases de conhecimento disponíveis e fosse adequada a um contexto sócio-cultural latino-americano. Desse processo, no campo da Gestão da Mudança Organizacional e Mudança Tecnológica, surge a Metodologia GMO.

Com suas primeiras aplicações na década de ’80, a mesma foi aprimorada e continua sendo periodicamente atualizada, de forma a agregar os resultados de sua contínua aplicação. Estruturada de forma a permitir altos resultados em situações de mudança estratégica ou tática, foi necessário, para assegurar sua efetividade, o desenvolvimento paralelo de processos de mensuração mais objetivos, que tornassem a Metodologia mais gerenciável e prática.

Nesse período, seus resultados permitiram que a mesma fosse adotada inclusive no Exterior, em processos de mudança onde os fatores culturais se tornavam críticos para o sucesso da implantação. Contando hoje com o suporte da Tecnologia da Informação, a Metodologia GMO oferece uma ampla gama de soluções, presenciais e à distância, como pesquisas, palestras, análises de risco, workshops, diagnósticos, cursos, certificação de multiplicadores e consultoria.

Como agregamos Valor


Em termos de desafios empresariais, consideramos uma nítida vantagem competitiva a capacidade dupla de uma organização interagir com seu Ambiente e Mercado e responder rapidamente à essas realidades através do contínuo, ágil e eficaz realinhamento de sua Estratégia, seus Processos e suas Pessoas. A GEO desenvolve soluções para esses desafios através de produtos e serviços direcionados a dois campos: a Mudança Ambiental e Mudança Organizacional. No primeiro, preparamos e mobilizamos o Fator Humano para melhor entender e lidar com a dinâmica da Mudança, através de abordagens e métodos de conscientização, preparação e desenvolvimento de grupos gerenciais para monitorar e entender esse cenário de mudanças, com processos participativos de discussão, análise e reflexão estratégica, de forma a intensificar o Pensamento e Comportamento Estratégico de níveis diretivos e outros grupos de liderança organizacional.

Entendemos essa postura como sendo resultante muito mais de uma forma de ver a realidade e interpretá-la, ou seja, comportamental, que uma questão metodológica.

No campo da Mudança Organizacional, buscamos o aumento da capacidade de profissionais e suas equipes em implantar, com menores prazos e custos, as mudanças organizacionais necessárias, sejam elas uma mudança tecnológica, redução de custos, melhoria de processos, modificações nas estratégias negociais e de relacionamento ou outras decisões empresariais.

Para isso, desenvolvemos processos de diagnóstico e implantação de mudanças, avaliação de riscos, formação de consultores internos e outras soluções, hoje usadas por clientes na Ásia, Europa, América do Norte e América Latina. Sua aplicação se dá no fechamento de unidades industriais, no realinhamento da Cultura Organizacional, na modificação de comportamentos grupais, no realinhamento de relacionamentos com públicos-alvo importantes, na aceleração de ações para melhoria de processos e outros exemplos.

Exemplos interessantes de aplicação dessa metodologia são: a redução de consumo de energia elétrica no país, a formação da Federação Brasileira da Indústria Farmacêutica, a abordagem de Gestão Comportamental para a Segurança, desenvolvida em conjunto com o Bureau Veritas, e outros.

Sintomas de Disfunção


Os principais objetivos para a aplicação de processos de Gestão da Mudança são a elevação do “senso de urgência” empresarial, refletido no nível de compreensão e entendimento da dinâmica ambiental e seus reflexos na organização, e o aumento da capacidade gerencial em gerenciar os processos de implantação de suas decisões. A criação de um senso de urgência elevado implica no entendimento das variáveis comportamentais pessoais e grupais, de forma a permitir a criação de processos de comunicação adequados aos Valores individuais.

Nesse sentido, um elevado “grau de conforto” em determinados níveis ou áreas da organização, com um baixo nível de resposta em termos de prazos, qualidade de ações, falta de sinergia, despreocupação com custos e outros sintomas podem indicar a necessidade de um processo de conscientização e preparação mais adequado.

Essa “lentidão” organizacional pode ser fatal para algumas iniciativas, não permitindo a consecução dos resultados necessários dentro dos prazos disponíveis. No campo da Mudança Organizacional, sintomas inquestionáveis da falta de uso adequado da Gestão da Mudança podem ser identificados quando surgem altos níveis de apatia, ceticismo e resistência, elevado nível de conflitos emocionais, apego à situações passadas, aumento dos níveis de tensão e insegurança profissional e outros.

A medida que tais sintomas afetam negativamente a produtividade e qualidade empresarial, é fundamental identificar em tempo hábil os aspectos que podem influenciar o desempenho da organização e tratar dos mesmos de forma adequada.

Nossos clientes têm obtido resultados superiores quando utilizam essa Metodologia na implantação de projetos estratégicos como SAP, reestruturação organizacional, e-commerce, “supply-chain”, CRM, melhoria de processos, fechamento de unidades industriais, mudanças e realinhamentos estratégicos, criação de integração e sinergia organizacional e outros.

Top